Postagem em destaque

CAMUFLAGEM E MIMETISMO

                         

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Solo

Conceito:

É um corpo de material inconsolidado, que recobre a superfície terrestre emersa, entre a litosfera e a  atmosfera. Os solos são constituídos de três fases: sólida (minerais e matéria orgânica), líquida (solução do solo) e gasosa (ar). Essas fases podem ser encontradas em diferentes proporções, dependendo de fatores como tipo de solo e forma de utilização. 
É produto do intemperismo sobre um material de origem, cuja transformação se desenvolve em um determinado relevo, clima, bioma e ao longo de um tempo.
Fertilidade do Solo

A fertilidade do solo é um assunto bastante complexo, pois depende da sua natureza física e composição química.
Natureza física temos: Material de origem, tempo, relevo, clima, organismos.

Composição Química

Os principais elementos aproveitados pelas plantas são: Carbono(C), Oxigênio (O), Hidrogênio (H) são retirados pelas plantas do ar e da água.
Do solo é extraído o Nitrogênio (N), Fósforo (P), Potássio (K), Enxofre (S), Cálcio (Ca) e Magnêsio (Mg) em grandes quantidades. São chamados de macronutrientes.
O Boro (Bo), Ferro (Fe), Manganês (MN), Zinco (Zn), Cobre(Cu), Molibdênio (Mo), Cloro (Cl), Alumínio (Al) são retirados em menor quantidade, por isso são chamados de micronutrientes.
Tanto os macro como os micronutrientes são chamados de elementos essenciais, presentes em todos os solos, mas em quantidades variáveis.
Os principais elementos aproveitados pelas plantas são: Nítrogênio (N), Fósforo (P), Potássio (K) que devem estar no solo em proporções equilibradas.

Uma formulação muito conhecida de adubo é denominada NPK ou seja N(Nitrogênio), P (Fosforo), K (Potássio)
Muitas pessoas não sabem para que serve esses componentes.


© 2014 - 2016 Marcílio Mendonça



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pela sua participação neste blog.